Publicado por: alandamotta | maio 19, 2008

Algumas Passagens do 4° Relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU, do ano de 2007 – último relatório, íntegra textual

 “Em escalas continental, regional e da bacia oceânica, foram observadas numerosas mudanças de longo prazo no clima, as quais abrangem mudanças nas temperaturas e no gelo do Ártico, mudanças generalizadas na quantidade de precipitação, salinidade do oceano, padrões de vento e aspectos de eventos climáticos extremos, como secas, precipitação forte, ondas de calor e intensidade dos ciclones tropicais.” (PNUMA, 2007, p.11).

As informações paleoclimáticas apóiam a interpretação de que o aquecimento do último meio século não é usual no últimos 1.300 anos pelo menos. A última vez em que as regiões polares ficaram significativamente mais quentes do que no presente durante um período longo (cerca de 125.000 anos atrás), as reduções no volume do gelo polar acarretaram uma elevação do nível do mar de 4 a 6 metros.” (PNUMA, 2007, p.14).

Para as próximas duas décadas, projeta-se um aquecimento de cerca de 0,2a C por década para uma faixa de cenários de emissões do RECE. Mesmo que a concentração de todos os gases de efeito estufa e aerossóis se mantivessem constantes nos níveis do ano 2000, seria esperado um aquecimento adicional de cerca de 0,1a C por década”. (PNUMA, 2007, p.17).

O desenvolvimento sustentável pode reduzir a vulnerabilidade à alteração climática, e a mudança do clima poderia impedir a habilidade das nações de alcançar as rotas de desenvolvimento sustentável. O desenvolvimento sustentável pode reduzir a vulnerabilidade às alterações climáticas por meio do aprimoramento da capacidade adaptativa e capacidade de recuperação. No presente, no entanto, poucos planos para a promoção da sustentabilidade têm explicitamente incluído, seja a adaptação aos impactos decorrentes da mudança climática, seja a promoção da capacidade adaptativa.” (PNUMA, 2007). (grifo nosso).

A emissão do gás estufa em termos globais tem crescido desde o período pré-industrial, com um aumento de 70% entre 1970 e 2004.”(PNUMA, 2007).

Com a política de mitigação atual da mudança climática e as práticas relativas de desenvolvimento sustentável, a emissão global de GHG continuará a crescer durante as próximas décadas.” (PNUMA, 2007).

Políticas que fornecem um preço real um implícito para o carbono podem criar incentivos para produtores e consumidores, de forma a investir significativamente em produtos, tecnologias e processos com baixo índice de gases de efeito estufa. Tais processos podem incluir instrumentos econômicos, financiamento governamental e regulamentação.” (PNUMA, 2007).

Realizações notáveis do UNFCCC e seu Protocolo de Kyoto são o estabelecimento de uma resposta global para o problema climático, estímulo de uma variedade de políticas nacionais, a criação de um mercado internacional de carbono e o estabelecimento de novos mecanismos institucionais que podem fornecer a fundação para futuros esforços de mitigação.” (PNUMA, 2007).

Tornar o desenvolvimento mais sustentável por meio da alteração das rotas de desenvolvimento pode causar uma contribuição grande à mitigação da alteração climática.” (PNUMA, 2007). (grifo nosso).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: